Criareducar

sexta-feira, janeiro 19, 2007

O Sapo Fervido



O Sapo Fervido

Certa vez um homem quis fazer uma experiência que há muito tempo achava que seria interessante.
Foi até a lagoa, pegou um pouco de água e a colocou em uma bacia de alumínio. Em seguida, capturou um sapo que estava dentro da lagoa e colocou com muito cuidado dentro da bacia com água do seu próprio habitat. Depois colocou a bacia em cima de uma fogueira pequena e a água foi esquentando lentamente até ferver completamente.

O sapo não reagiu ao aumento gradual da temperatura (mudança de ambiente) e morreu quando a água estava fervendo. Bem inchadinho e feliz.

Por outro lado o homem resolveu fazer outra experiência parecida.
Desta vez, pegou a mesma bacia, com água da mesma lagoa, só que agora ele ferveu primeiro a água e só depois que o sapo foi colocado dentro da bacia, já na água fervendo.
O sapo, tão logo solto na água, salta imediatamente para fora da bacia, meio chamuscado, mas vivo.

O sapo ao perceber que a água estava diferente, tratou de pular fora imediatamente, mesmo com algumas partes do corpo queimadas, porém vivo. Ao contrário daquele primeiro que não percebeu as mudanças e morreu escaldado.

“Que tipo de sapo queremos ser: Aquele que está atento às mudanças ou aquele que está acomodado com a situação do dia-a-dia, que será fervido e morto sem perceber as mudanças quase sempre sutis que acontecem em nossa volta?”

Fonte: Tio Carlos – Praticando o Bem – Corrente do Bem

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial